A origem e o destino da mudança

changes

Você que acompanhou meu blog aos longos dos anos sabe que eu já fui uma pessoa complicada. Às vezes, sei que ainda sou, mas encontro-me em profundo processo de descomplicação. É sério. Já passei por longos períodos de tristeza, remoendo todas as mazelas da vida, já me afundei em poço, ilusão, já me agarrei a esperanças absurdas, já perdi e já ganhei. Já joguei a toalha, fiquei ranzinza, sarcástica, já tive fortes tendências a passar os dias mais ensolarados no modo cinzento, e já rodopiei por meses como a Julie Andrews em uma colina verde até dar de cara num poste. Não em uma árvore. No entanto, muitas vezes que alguma luz no fim do túnel surgiu na minha vida em períodos obscuros, eu abandonei a fé. Quando voltei da cidade do interior onde morei por pouco mais de dois anos e meio, com a esperança bastante abalada, resolvi ler o livro “O Segredo”. Confesso que li boa parte e deixei o resto para o dia em que tivesse aberta a ouvir que a respeito das minhas características que necessitavam mudança, e não no mundo ao meu redor. Esse dia tardou, mas não falhou. Chegou. Foi um pequeno impulso do destino que me trouxe de volta à tona. Passei tantos meses de 2012 lendo a respeito de Budismo e fazendo Yoga, mas não compreendi por tanto tempo o significado do ato de estar “alerta”, que ia de encontro com todos os conceitos (sem base alguma) que acreditava dominar a respeito de meditação. Hoje conheço o conceito com um pouco mais profundamente, porém ainda preciso aprender a aplicá-lo. Meditar não é atingir um estado de transe mística, deixar o corpo por alguns segundos até atingir o Nirvana, e sim, estar consciente, vigilante de todos os pensamentos que cruzam a nossa mente e bloquear os pensamentos negativos, aqueles que nos arremessam para um vórtex de negatividade. E não é tão fácil assim quanto parece. A busca da felicidade inclui afastar qualquer pensamento negativo a respeito pessoas com quem não gostaríamos de conviver, desejar-lhes o bem, desviar o foco quando desenhamos em pensamentos um futuro um tanto quanto obscuro, manter a mente positiva e acima de tudo, praticar a gratidão.

O título deste blog tem a ver com isso. A busca da felicidade está intimamente ligada à pratica diária da gratidão. Me propus a escrever pelo menos uma coisa por dia pela qual sou grata no ano de 2014. Até hoje, quarto dia do ano, ainda consegui manter o objetivo. Ao compartilhar ideias, uma amiga mencionou a filosofia aplicada ao filme Corrente do Bem. Fui pesquisar a ideia de pay it forward propagada no filme, que engloba, principalmente, fazer favores a terceiros, cada vez que receber algum favor de alguém. A ideia é excelente, mas não é preciso esperar. A corrente do bem pode partir de você. Por que não?

Dizem que essa atitude, quando somada à gratidão, é poderosa e capaz de trazer resultados práticos à vida. Assim inicio 2014, com nova perspectiva e desejo de compartilhar. A ideia é que esse blog seja, principalmente, a respeito disso. Mas poderá incluir também, resenhas, críticas, divagações, alguns fatos do cotidiano, minha visão a respeito do mundo e talvez, contos. Talvez. Tenho a ideia de escrever alguns e quando tratar-se de texto fictício, será sinalizado. Se você também gosta de escrever e passar por aqui, por favor, deixe seu o link do seu blog nos comentários para que eu possa agregá-lo a minha lista de leitura diária.

Desejo que os 365 dias do seu ano sejam leves e iluminados.

Anúncios

4 comentários sobre “A origem e o destino da mudança

  1. Que lindo Re!!!! Adorei, não apenas o texto, mas a oportunidade de ver essa transformação no seu dia-a-dia!!!! Parabéns e muitas bençãos pra você, hoje e sempre!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s