Filmes e Livros

mitty

Cinema sempre faz bem. Mesmo que sem a pipoca e com um almoço light antes, composto por saladinha e salmão (claro). Pra variar, demos sorte ao entrar num filme “no escuro”, sem saber ao certo do que se tratava. A surpresa foi agradável. A sinopse é bem simples:

Walter Mitty (Ben Stiller), é um homem tímido, gerente de uma loja de produtos fotográficos. Quando um negativo desaparece de seu estabelecimento, ele se vê obrigado a embarcar em uma verdadeira aventura. Recomendo!

( http://www.cinemark.com.br/filmes/a-vida-secreta-de-walter-mitty/4515)

Ainda em tempo, estreia em 2014, o filme A menina que roubava livros, baseado no bestseller de Markus Zusak, com o mesmo nome. Como toda história que aborda o holocausto, muito profundo. Basta esperar para conferir se o filme é tão bom quanto o livro. Da lista de livros que abordam o holocausto, li O diário de Anne Frank (diário da menina compilado pelo pai após a sua morte) O menino de pijama listrado (John Boyne). Tamanha tragédia do último, não tive coragem de ver o filme ainda. Recomendo todos! Ontem terminei What’s a dog for? (John Holmans) , abordagem histórica, antropológica, científica e social do cão. Não dispensei as lágrimas no penúltimo capítulo, por uma questão puramente empírica, no qual o autor aborda a eutanásia. Quem alguma vez segurou a pata do seu cão nos últimos momentos de sua vida, sabe a dor profunda que esse momento proporciona. Ontem iniciei a leitura de Carta ao filho, de Betty Millan e ainda tenho uma lista de livros que quero ler. Costumava ler muito mais, e no ano passado andei muito preguiçosa. Culpa vergonhosa do Candy Crush que me manteve hipnotizada por alguns meses. Que vergonha! Li umas boas pérolas por aí nos anos anteriores e um muito ruim. Eis a lista dos memoráveis lidos entre 2012 e 2013:

Cem dias entre o céu e o mar (Amyr Klink): curto e excelente. Relato de Klink sobre sua aventura atravessando o Atlântico sozinho num barquinho a remo (da África ao Brasil);

We need to Talk about Kevin (Lionel Shriver): Aflitivo e muito pesado. A respeito de um menino assassino.

Those lovely bones (Um olhar do paraíso, Alice Sebold): O livro é bom, mas o filme é melhor. Salmon é assassinada e narra sua história sob a perspectiva pós-vida.

Cinquenta tons de cinza (Fifity Shades of Gray, E.L. James): Apelidei o livro de Cinquenta tons de idiotice, portanto não perca seu tempo.

Na fila eu tenho um livro sobre astronomia do (brilhante) Marcelo Gleiser – tive a sorte de assistir a uma palestra dele no observatório de Brotas em 2009 – e a biografia de Chaplin (este último aguardo minha mãe concluir a leitura e liberar!)

Quaisquer indicações de filmes e livros nos comentários serão extremamente bem vindas para engordar a minha lista!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s